Espaço Celebrativo Ver maior

Espaço Celebrativo

Novo produto

Bernardino Ferreira da Costa, OSB
Abade de Singeverga

2ª edição (2017). Revista e aumentada. Impressa a cores

Mais detalhes

8,00€ com IVA

Adicionar à Lista de desejos

Mais informação

Formato: 160X230 mm

96 páginas

Nota prévia

O estimado D. Bernardino Ferreira da Costa, Abade do Mosteiro Beneditino de Singeverga, oferece-nos uma segunda edição, revista e aumentada, acerca do significado e da beleza do espaço celebrativo da Liturgia da Igreja.

O encorajador título deste estudo – o espaço celebrativo: a arquitectura da comunhão e da transcendência – reveste-se da nobre simplicidade, a partir da igreja abacial de Singeverga e de outros espaços celebrativos, evidenciando que o lugar da celebração é muito mais do que um edifício, é a casa para a assembleia do povo de Deus (domus ecclesiae). «Com razão, pois, desde tempos antigos, se chamou também “igreja” ao edifício onde a comunidade cristã se reúne para aí ouvir a palavra de Deus, orar em conjunto, receber os sacramentos, celebrar a Eucaristia».

O lugar onde a igreja – e os cristãos in ecclesia – se incorporam em Cristo pela oração, pela Palavra e pelos sacramentos, e subordinadamente partilham da natureza sacramental do que nela se realiza. É um lugar sagrado.

Antes de mais, a Liturgia realça a centralidade do altar, figura de Cristo, sacerdote, altar e cordeiro do próprio sacrifício realizado de uma vez por todas. O altar, sinal do altar-mesa e do altar-lugar do sacrifício é o fulcro da celebração litúrgica e evidencia a sua profundidade cristológica.

Determinante é o ordenamento do espaço celebrativo em função do trinómio: altar – ambão – sede. À volta destes três elementos congrega-se a assembleia: uma comunidade de escuta da Palavra de Deus, uma comunidade orante, e uma comunidade que vive dos sacramentos. A sua importância é tal que todos os anos a festa da celebração anual da Dedicação da igreja deve ser a festa mais importante da paróquia. No caso de se desconhecer o dia em que foi dedicada pode escolher-se um Domingo antes da Festa de Todos os Santos ou então o dia 25 de Outubro.

Felicitamos vivamente o D. Abade Bernardino pelo bom e belo contributo à educação litúrgica e à beleza da celebração da Liturgia e espiritualidade da Igreja em oração.

+ José Manuel Garcia Cordeiro
Bispo de Bragança-Miranda
Presidente da Comissão Episcopal da Liturgia e Espiritualidade

Índice 

Nota Prévia


O espaço litúrgico
A arquitectura da comunhão e da transcendência

1. A dinâmica do espaço litúrgico
2. O centro do espaço litúrgico: o Altar
3. A arquitectura da comunhão e da transcendência
Conclusão


O Ambão 
Lugar do anúncio da ressurreição 

1. O lugar litúrgico da proclamação da Palavra de Deus: o Ambão.
2. Nome e características
3. Orientações Pós-conciliares
Conclusão


O Altar 
A mesa da última ceia e a pedra do sacrifício 

1. Nome e função
2. O Altar pré-cristão
3. O altar cristão
3.1. O altar e o túmulo dos mártires
3.2. Multiplicação dos altares
3.3. O altar e a conservação da eucaristia
4. O altar depois do Concílio Vaticano II
4.1. Lugar e função do altar
4.2. Mesa do Senhor e pedra sacrificial
4.3. O altar é Cristo
4.4. Sinal do banquete festivo
Conclusão


O lugar litúrgico da Presidência 

1. Iconologia e história
2. Função actual da sede presidencial

Avaliações

Sem avaliações neste momento.

Escrever uma avaliação

Espaço Celebrativo

Espaço Celebrativo

Bernardino Ferreira da Costa, OSB
Abade de Singeverga

2ª edição (2017). Revista e aumentada. Impressa a cores