• Novo

Sagrada Família – Casa de Oração

4,00 €
Com IVA

Autor: José Ribeiro Gomes

Revisão: Secretariado Nacional de Liturgia

Tamanho: 110X170mm

N.º de páginas: 128

ISBN 978-989-8877-93-2

1ª edição: março de 2021

Cada livro contém uma pagela com a oração à Sagrada Família.

Índice do livro >

Quantidade

 

Security policy (edit with Customer reassurance module)

 

Delivery policy (edit with Customer reassurance module)

 

Return policy (edit with Customer reassurance module)

Apresentação

O Papa Francisco, no dia 8 de dezembro de 2020, surpreendeu-nos com um Ano Jubilar dedicado a São José. E, no dia 27 desse mesmo mês, Festa da Sagrada Família, anunciou um Ano Família Amoris Laetitia, com início na Solenidade de São José, que se concluirá com a celebração do X Encontro Mundial das Famílias, em Roma, em junho de 2022.

Para nos ajudar a viver estes dois acontecimentos, o Secretariado Nacional da Liturgia oferece-nos dois Devocionários, um dedicado a São José e este, dedicado à Sagrada Família, inspirado na exortação Apostólica Amoris Laetitia e em algumas intervenções do Papa Francisco e do Papa São João Paulo II sobre a família, com diversas propostas e modalidades de oração.

É um excelente subsídio pastoral para ajudar as famílias a aprofundar a sua identidade de “igrejas domésticas”, crescer na relação com Deus e fortalecer os laços de comunhão e de amor dos seus membros, redescobrindo, aprofundando e rezando, a partir do riquíssimo conteúdo da Amoris Laetitia.

Nela, o Papa Francisco recorda a necessidade de “espaços semanais de oração familiar, porque «a família que reza unida permanece unida» (AL 227).

Neste Devocionário as famílias podem encontrar várias propostas de oração para cada semana e para vários momentos do dia e para as diversas circunstâncias da sua vida.

“A oração em família é um meio privilegiado para exprimir e reforçar a fé pascal” (AL 318) e experimentar a presença do Senhor que “habita na família real e concreta, com todos os sofrimentos, lutas, alegrias e propósitos diários” (AL 315).

Muitas famílias foram duramente provadas pela pandemia e são ameaçadas por outras «pandemias», mas o Senhor ressuscitado assegura-lhes a sua presença, edifica-as como «igreja doméstica» e concede-lhes “a graça necessária para testemunhar o amor de Deus e a viver a vida de comunhão” (AL 63).

Este Devocionário – “Sagrada Família, Casa de Oração” –, com as variadas formas de oração que oferece, propõe-se ajudar cada núcleo familiar a configurar-se segundo o modelo da Família de Nazaré e a colocar-se sobre a sua proteção.

Que este subsídio oracional contribua para que as nossas famílias se tornem cada vez mais “lugares de comunhão e cenáculos de oração, escolas autênticas do Evangelho e pequenas igrejas domésticas” (Oração à Sagrada Família, 29 dezembro 2013).


XJoaquim Mendes
Bispo Auxiliar de Lisboa
e Presidente da Comissão Episcopal do Laicado e Família

Introdução

Em 2020 a humanidade abriu as portas a um aprofundamento da vivência cristã mais centrada no ponto de partida da transmissão da fé: a família. Na impossibilidade de a comunidade poder celebrar na casa de Deus, apelou-se a um novo modo de celebração na casa de cada um e com todos os seus membros. O “pão do Céu”, alimento indispensável para a vida da fé, convida à mesma experiência do profeta: «Filho do homem, alimenta‑te e sacia‑te com o rolo que eu te dou». Eu comi‑o e tornou‑se‑me na boca tão doce como o mel (Ez 3,3). Era, pois, necessário que este “rolo” se tornasse mais acessível a todos, uma vez que a impossibilidade de participar na vida litúrgica da Igreja não deve impedir o crescimento da vida espiritual de todos. Para tal, pensámos numa “trilogia” que pudesse ajudar a manter a “boca doce como o mel”.

No nosso primeiro livro “Em Vós confio” (SNL, 2020) oferecemos uma ‘leitura bíblico pastoral da liturgia quotidiana da Missa’ para rezar com a Igreja e fazer Igreja doméstica. A nossa ‘casa de oração comum’ enriquece-se com a feliz ocasião do Ano de São José, para o qual propusemos ao Secretariado Nacional de Liturgia o Novo Devocionário: “São José: Guardião do Redentor” (2021). Acolhendo novamente o convite do Santo Padre, propomos agora um outro devocionário: “Sagrada Família – Casa de oração”, para que o Ano da Família seja um momento de renovação e crescimento espiritual. Na esperança de que esta “trilogia” inspire cada um a realizar os esforços duma vivência da fé católica na intimidade das suas casas, fechando a porta e orando ao nosso Pai, certos de que o Pai, que vê o que está oculto, dará a recompensa (cf. Mt 6,6).

Agradecemos vivamente ao Secretariado Nacional de Liturgia da Conferência Episcopal Portuguesa por querer publicar estes nossos livros como ajuda para o Povo de Deus, que faz de novo a experiência da travessia  do deserto.

 

Neste ano de 2021, a Igreja comemora os cinco anos da publicação da exortação apostólica do Papa Francisco: “Amoris Laetitia” (Alegria do amor) sobre a beleza e a alegria do amor familiar. A experiência da pandemia sublinhou o papel central da família como Igreja doméstica e também a importância dos laços entre as famílias, que fazem da Igreja uma ‘família de famílias’.

Assim, a Igreja celebra um ano dedicado à família, a partir do dia 19 de março de 2021 até ao dia 26 de junho de 2022, por ocasião do XI Encontro Mundial das Famílias, a celebrar em Roma com o Santo Padre. O objetivo é difundir a mensagem cristã sobre a família, à luz dos desafios do nosso tempo, aprofundar os textos do magistério e convidar as dioceses com as suas paróquias, os movimentos, as associações e as famílias, a dedicarem-se com renovado vigor à pastoral da família, implementando a exortação apostólica “Amoris Laetitia”.

O Santo Padre, Papa Francisco, procura fazer chegar a todas as famílias do mundo, por meio de várias propostas de carácter espiritual, pastoral e cultural, um momento de reflexão e estudo para ajudar a viver a riqueza da doutrina da Igreja, especialmente aquela que é proposta na exortação apostólica Amoris Laetitia.

O presente livro, na continuidade do proposto para o Ano de São José, recorda a necessidade constante de pedir a intercessão da Sagrada Família para as dificuldades que cada família afronta diariamente, sobretudo nos confinamentos em que a pandemia obriga a viver.

Esta nossa proposta de oração é distribuída em quatro semanas diversas e recorda o amor com que a Igreja olha as famílias, como foi proposto na exortação apostólica, Familiaris consortio de São João Paulo II (22.11.81) e na Amoris Laetitia do Papa Francisco. Percorrer esta proposta é fazer uma leitura orante destes documentos, sendo uma verdadeira ajuda para se viver a Alegria do amor.

Roma, 1 de março de 2021
José M. P. Ribeiro Gomes

 

SFam

Downloads

Sagrada Família JRG

Índice do livro Sagrada Família – Casa de Oração

Downloads (60.53k)