Cantai com Alegria
  • Cantai com Alegria

Cantai com Alegria

4,00 €
Com IVA

Formato: 148X210 mm

336 páginas

ISBN 978-989-8293-07-7

O livro inclui apenas a letra dos cânticos.

MP3 e outros recusos do livro em: http://www.aliturgia.com/

Quantidade

 

Security policy (edit with Customer reassurance module)

 

Delivery policy (edit with Customer reassurance module)

 

Return policy (edit with Customer reassurance module)

Apresentação

O canto é sinal de alegria do coração (cf. Actos dos Apóstolos 2, 46). Santo Agostinho dizia: «Cantar é próprio de quem ama». E um provérbio antigo afirma: «Quem bem canta, duas vezes reza».


Embora não seja necessário, na liturgia, cantar sempre todos os textos que se destinam a ser cantados, deve no entanto procurar-se que não falte o canto dos ministros e do povo nas celebrações da Missa que se realizam nos domingos e festas de preceitos (cf. Instrução Geral do Missal Romano, 40).


«Cantai com alegria» é uma colecção de cânticos bastante conhecidos, quase todos litúrgicos, de boa qualidade e fácil execução.
Com esta publicação pretendemos ajudar as assembleias paroquiais mais pequenas a cantar os louvores do Senhor na Missa do domingo e noutras celebrações litúrgicas e não litúrgicas. Não se trata, pois, duma proposta para grandes assembleias nem para comunidades com muitos recursos musicais.


Dado que as melodias de quase todos os cânticos seleccionados são conhecidas, publica-se apenas o respectivo texto. Com a sua ajuda, os cantores do pequeno coro e os membros da assembleia cantarão mais à vontade.


Os 460 cânticos desta colecção vão dispostos por ordem alfabética, independentemente da sua utilização litúrgica. Com o objectivo de ajudar os responsáveis a escolher os mais indicados para os vários momentos das celebrações, colocaram-se alguns índices logo no início do livro.
Aos cânticos seguem-se os refrães dos salmos responsoriais, na ordem do Ano Litúrgico. O Ordinário da Missa publica-se com algumas melodias.
Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Mãe, Maria Santíssima.

José de Leão Cordeiro